Psiquiatria e Sociedade

Mente, cérebro e gente

O poder da internet (e dos peitos grandes)

with 4 comments

[tweetmeme]
A essa altura você já deve ter ouvido falar de Larissa Riquelme, a modelo paraguaia que ficou famosa por guardar o celular no decote durante os jogos do Paraguai – as fotos dos seus 90 centímetros de busto, 60 de cintura e 94 de quadril rodaram o mundo virtual. O poder dos seios fartos mais uma vez ficou evidente.

Todo mundo já foi vítima ou vilão do famigerado efeito “desvio do olhar”, que pode ser identificado em homens durante uma conversa com mulheres com decotes generosos: discretamente, no momento em que a mulher tira os olhos dos olhos do seu interlocutor, este automaticamente olha de esgelha para os seios à sua frente; o problema é que diante do poder magnético do decote o homem não consegue voltar os olhos para a posição original em tempo de não ser flagrado pela mulher, que felizmente finge não ter percebido.

Existem diversas teorias para explicar o fenômeno: as mamas grandes e firmes seriam sinais de fertilidade, o que atrairia os machos em busca de descendentes desde os tempos mais antigos; ou então mostrariam que a mulher goza de boa saúde geral, o que também aumentaria a chance de uma prole numerosa e saudável; finalmente há especulações de que seriam um sinal de disponibilidade sexual similar às nádegas, mas que teriam migrado das proximidades dos órgãos genitais para o tórax anterior quando os humanos passaram a andar em pé. Numa revisão da literatura, biólogos mostraram, de qualquer maneira, que independentemente dos padrões de beleza culturamente vigentes, a beleza e alguns atrativos “irresistíveis” surgem em toda a natureza por meio da seleção sexual, e que em qualquer lugar do mundo os padrões do que é belo refletem a busca por parceiros saudáveis: os padrões podem diferir, mas as regras que os moldam são universais, respondendo a pressões seletivas (I).

Um estudo muito mais prosaico comprovou a força hipnótica dos bustos fartos quando avaliou 374 garçonetes, pedindo que elas informassem suas características físicas, auto-percepção com relação a atração física e a média das gorjetas recebidas. Foi encontrada uma relação direta entre se achar atraente e o número do sutiã. Mais do que isso, no entanto, o número do sutiã apresentou uma relação direta também com os ganhos financeiros – quanto maior o busto, maior a gorjeta. É significativa a declaração do pesquisador, segundo quem “é sempre importatante testar o que parece óbvio para a sabedoria popular” (II).

Larissa Riquelme, sem saber, foi pivô de uma revolução, ao conjugar o poder das redes sociais com o poder do decote exuberante: nunca houve tantos olhares desviados ao mesmo tempo.

ResearchBlogging.org
(I) Grammer K, Fink B, Møller AP, & Thornhill R (2003). Darwinian aesthetics: sexual selection and the biology of beauty. Biological reviews of the Cambridge Philosophical Society, 78 (3), 385-407 PMID: 14558590
(II) Lynn, M. (2008). Determinants and Consequences of Female Attractiveness and Sexiness: Realistic Tests with Restaurant Waitresses Archives of Sexual Behavior, 38 (5), 737-745 DOI: 10.1007/s10508-008-9379-0 *-*

Anúncios

Written by Daniel M Barros

05/07/2010 às 3:04 PM

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Boa noite, Daniel! Eu sou autor do blog Doutor Leonardo e administrador do Planeta Saúde Brasil, que agrega o feed de uma variedade de profissionais do setor saúde. Conheci seu blog através do Pediatra em Casa, e gostei muito.

    Será que você gostaria de ter seu feed agregado ao Planeta Saúde Brasil? Por favor, visite o Planeta e veja se os seus leitores vão gostar da vizinhança. Se você estiver interessado, pode entrar em contato comigo usando o endereço de e-mail informado neste comentário.

  2. Tá… é uma postagem interessante, mas acho q ficaria melhor se fosse ilustrada. ;-)

    Ulisses Adirt

    21/07/2010 at 1:53 AM

  3. Concordo com o Ulisses falto uma ilustração sr
    Bom o artigo propoem q a principal causa do efeito magnético dos seios, é por eles terem significancia de valor adaptavo, os seios significam saude, fertilidade etc… Porem em alguns trabalhos, foi mostrado q certas caracteristicas se desenvolveram de forma diferente, podem se desenvolver apenas por tendencia dentro da seleção sexual, sem ter valor adaptativo. Sem auxiliar na sobrevivencia e mesmo assim influenciar na excolha de parceiros.. Dificil pensar nisso, essa hipotese foi de dificil aceitação, acho q li isso no Dawkins.

    Gustavo

    21/07/2010 at 2:11 PM

    • É isso mesmo. Até onde entendo, no final das contas o que importa é mais a reprodução do que a sobrevivência – uma característica que mate cedo mas aumente a fertilidade, tenderia a se manter.

      Daniel M Barros

      21/07/2010 at 3:07 PM


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: