Psiquiatria e Sociedade

Mente, cérebro e gente

As 10 comidas mais viciantes – e como fugir do vício

leave a comment »

Sim, finalmente a ciência se deu conta de algo que todo mundo já sabia: comida vicia. O padrão que algumas pessoas desenvolvem no consumo de alimentos é muito parecido com aquele que vemos nos dependentes químicos: sabem que estão exagerando; tentam se controlar e não conseguem; irritam-se com as críticas alheias; mesmo tendo prejuízos à saúde não são capazes de reduzir o consumo; o fracasso em se controlar leva à frustração que aumenta o risco de exagero. Poderíamos estar falando tanto de cocaína como de chocolate; de tabaco ou de bolo.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

24/02/2015 at 10:59 AM

Publicado em Uncategorized

Se 50 Tons de Cinza é tão ruim, por que faz tanto sucesso?

leave a comment »

50 Tons de Cinza segue uma fórmula batida – a atração dos opostos e a torcida pelo amor. Mas a “monstruosidade” do protagonista é um ingrediente secreto que está por trás de tanto sucesso.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

13/02/2015 at 3:55 PM

Publicado em Uncategorized

Cesárea no Brasil, sarampo na Disney

leave a comment »

Você sabia que houve uma epidemia de sarampo na Disneylândia (Califórnia) nos últimos meses? Por causa de pais ideologicamente contra a vacinação – moda naquele estado – um número suficiente de pessoas ficou desprotegida contra o vírus, levando à epidemia. E por falar em ideologia, você já reparou como a discussão sobre cesáreas versus parto normal é coalhada de convicções absolutas, transformando qualquer tentativa de diálogo numa batalha sangrenta? Pois eu acho que essas duas coisas estão relacionadas.

Antes, uma historinha: Conta-se que no interior do país certa vez houve uma epidemia que matou tanta gente a ponto de os cadáveres se misturarem com o dos doentes pela rua.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

10/02/2015 at 4:17 PM

Publicado em Uncategorized

O iPhone irá mesmo derreter o cérebro do seu filho?

leave a comment »

Está causando furor nas redes sociais acessadas pelos tablets e celulares a notícias de que tablets e celulares podem fazer mal para as crianças. O site do The Guardian chegou a dar manchete “Pesquisa mostra que iPads e smartphones podem danificar o cérebro de crianças”. Pânico nos pais.

Podemos identificar ao menos dois fatores que contribuem para esse alarmismo. A leitura superficial – e carregada nas tintas – que a mídia muitas vezes faz dos artigos científicos, e a tendência que novas tecnologias têm de gerar esse pânico moral.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

04/02/2015 at 8:06 AM

Publicado em Uncategorized

Padecer no paraíso? Alegrias e agruras de ter filhos

leave a comment »

A humanidade não chegou a quase 7 bilhões por causa do amor, ouvi certa vez. Tem sentido, mas será que os filhos são meros efeitos colaterais indesejáveis do comportamento sexual?

A pergunta é válida, porque ter filho não é essa alegria toda que aparece nos comerciais de fralda.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

27/01/2015 at 4:49 PM

Publicado em Uncategorized

Pedir e receber perdão

leave a comment »

É difícil pedir desculpas? Talvez essa cena deletada do premiado seriado Louie, escrito, dirigido, interpretado e editado pelo brilhante comediante americano Louis CK – o cara da comédia, atualmente – possa ajudar (assista). Ao ensinar a filha mais nova a se desculpar, mesmo que tenha sido “sem querer”, a vinheta mostra bem a genialidade de CK, que parece um maestro capaz de orquestrar nossas diversas emoções, choro, riso, raiva e até schadenfreude com harmonia e precisão.

Se soubéssemos o poder real do pedido de desculpas seríamos mais dispostos a utilizá-lo. Ano passado foi publicada uma pesquisa mostrando como desculpar-se interfere na decisão da pessoa ofendida.

Leia a íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

21/01/2015 at 4:13 PM

Publicado em Uncategorized

Não a chame de gorda (nem caçoe da barriga dele)

leave a comment »

“Esse vestido faz meu traseiro parecer grande?”, pergunta a esposa de Abraham Licoln para seu marido. Conhecido por sua honestidade ele hesita por vários segundos até fazer o sinal de “um pouquinho” com os dedos, dizendo “Talvez…”, para fúria da mulher. (veja o comercial aqui). Dura forma de aprender que não é mesmo muito bom falar para sua esposa que ela está acima do peso.
Em primeiro lugar: você por acaso acha que ela já não sabe?

Leia íntegra no Portal Estadão.

Written by Daniel M Barros

13/01/2015 at 9:13 AM

Publicado em Uncategorized

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 932 outros seguidores